Publicado por: Guilherme Byrro Lopes | 03/09/2009

Brasil – Uma perspectiva para 2010 (update Set/09)


Leia também EXPECTATIVAS DE MERCADO (Novos Updates)

Há pouco tempo foi enviada a pergunta “Selic, economia pouco estável e vai a pergunta, o que o governo privilegiará? PIB ou inflação para 2010?”. Apesar do muito esforço para evitar transparecer uma posição política, política e economia têm uma correlação bastante forte e é dificil não ser imparcial. Apesar disso, uma maneira quase impacrial de responder à essa pergunta pode ser com base nas expectativas dos agentes em relação à alguma variáveis macroeconômicas importantes: PIB, Inflação, Juros, Contas Públicas.

Até o dia 28/08, segundo a pesquisa das expectativas do mercado, realizada junto à  do Banco Central do Brasil (BCB), tudo indica que o ano que vem será melhor para o país no que diz respeito à produção e atividade econômica. A expectativa para o PIB do país em 2009 começou a cair em agosto/08 (expectativa de PIB em 4%) até meados de junho desse ano (expectativa em -0,73%). A partir de então, ja mostra melhora, apontando para estabilidade no final desse ano. Em 2010, o nível mais baixo do PIB esperado ficou em 3,5%, já apontando melhora de 0,5 pontos percentuais (p.p.) no último mês.

Ao olhar o PIB da Indústria e a expectativa de produção industrial, 2010 pode ser ainda melhor do que 2008, que teve apenas o último semestre influenciado pela crise. Apesar do cenário de reativação da economia e aceleração do crescimento, a expectativa é de que a inflação para o fim do ano siga dentro do patamar desse ano, em torno de 4% e 4,5%.  Se a inflação segue bem comportada, não há necessidade de grandes interferências de políticas monetária. A taxa Selic de 2010 pode ser maior no final do que a taxa de 2009, mas o patamar de onde ela começa em 2010 leva a um juros médio no ano que vem abaixo do nível médio de 2009.

Uma vez que 2010 é ano eleitoral e 2009 também está sendo fortemente influenciado pelas disputas entre partidos, as expectativas de cenário Fiscal para o país se deterioram. De maneira indireta, as disputas já começaram. Benefícios fiscais e aumento dos gastos públicos podem sim conter a crise, mas fazem parte do discurso já ensaiado dos candidatos, que oficialmente só se pronunciarão no ano que vem, como manda a justiça eleitoral.  Já que não se pode beneficiar os grupos de apoio e peso eleitoral em 2010 sob alegação de desequilibrio eleitoral (uma vez que quem está no governo tem forte poder para isso), melhor começar em 2009 e continuar lembrando o povo das “benfeitorias”.

As expectativas de Resultado Nominal e Dívida do Setor Público só pioram ao longo de 2009 e carregam uma herança para 2010. Porém os problemas de políticas expansionistas, via aumento dos gastos do governo, não estão influenciando as expectativas para a inflação neste momento e ajudam no crescimento do PIB, além de contribuir para plataforma eleitoral do ano que vem.

Dessa maneira, 2010 é o ano do crescimento da economia a qualquer custo! Qualquer expectativa de inflação não vai fazer a taxa de juros subir muito a ponto de influenciar o resultado do ano inteiro, apenas da segunda metade do ano. “Os gastos públicos estão ai para ser gastos mesmo e é melhor esse governo gastar mais do que deixar outro governo gastar mais”, deve ser o  que passa na cabeça dos governantes.

Minha opinião: se o governo ganhar, deixa vir 2011 para a a gente ver o que faz, já que o importante é ficar no poder, como já sustentava Maquiavel. Se não ganhar, ganha a oposição, que vai ter que enfrentar os problemas herdados do atual governo e pode sair mais fraca na eleição de 2014.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: