Publicado por: Guilherme Byrro Lopes | 24/01/2010

Agentes (ir)Racionais (III)


Continuando as aventuras de Huguinho, Zezinhoe Luisinho em Bal. Camboriu…

(Capítulo anterior)

No que poderia ser a melhor balada de todos os tempos (poderia não, DEVERIA, pelo que foi pago…), foi uma balada normal, para nossos padrões de normal. Entramos na balada, uma lago à esquerda e a pista que subida à direita, levando à enorme pista de dança, aos camarotes (um sendo nosso), mesa de som do DJ e ao que costuma ser o mais importante na balada, o bar. Contudo, com $1000 de consumação e camarote, o espaço físico do bar torna-se desnecessário.

O famoso reconhecimento de terreno é sempre fator decisivo na balada, mas essa não era uma balada comum, porque tínhamos a porcaria do camarote, é como um bumerangue: vai, mas sempre volta. Por mais que quiséssemos “dar um rolê”, voltavamos ao camarote, já que tínhamos o vínculo afetivo com ele, custou caro!  Depois da pista, dos camarotes e bar, tinha ainda 2 ambientes a serem descobertos e explorados. O lounge era separado e bastante agradável, mas sempre voltávamos para o camarote. O último ambiente ainda é segredo. Uma vez acomodados no camarote, veio a famosa decisão de alocação de recursos, que são escassos. Como alocar $1000 de consuma?

Alocação de Recursos

Pelas preferências dos nossos consumidores, Huguinho parecia o mais disposto a beber e a deixar, por consequência, seus amigos bêbados. A alocação final contou com 3 garrafas, uma para o gosto de cada um, bastante energético (fazendo a mistura fatal) e água (mais pro final da balada). Durante a noite, ou o começo dela, os três sobrinhos do tio Patinhas tratavam de se embriagar, o camarote ainda vazio e um posto avançado de observação da balada. Eis que Huguinho, ainda consciente de suas palavras, disse:  “Ei, aquele ali não é o Diego H. (famoso atleta e ginasta, poupado do nome completo, mas segue o link da personalidade)” – É, verdade! (ou simplesmente “Aham”, nessa altura do campeonato)” Olha e aquela ali é a Jade B.?Quem?A Jade!Quem é essa?Vocês não conhecem a Jade?Ah, erg, hum, aaaaah, a JadeÉ sério que vocês nao conhecem a Jade?Ah, sei lá, já ouvi falar, mas nao fico acompanhando muitoÉ, se pá já escutei tambémPô, a Jade… ela é bonitinha até…Ah, vai lá e chega nela bonitão, hahahaHahaha, boaSe pá…até chego…” e ficou nisso por alguns minutos até as atenções voltarem para as bebidas no camarote e continuarem se embriagando…

Apesar do camarote estar com apenas 3 pessoas e muita bebida ali, cada camarote tinha um segurança e o nosso estava autorizado (por nós) a beber se quisesse. Sendo a responsabilidade dele muito maior do que a nossa e, estando em serviço, ele apenas bebeu o energético, ignorando o álcool. Em determinado momento onde as palavras já não faziam tanto sentido mais, ainda nos comunicávamos bem e, quem, ali na frente, pouco adiante, não estava com seus amigos e a tal da Jade?! “Olha Huguinho, eles estão aliOnde? (já com apenas 65% da visão) ” Ali, na sua frentePô, é verdadeE ai?Será que eu vou conversar com ela?Vai lá, browJá volto” E ficaram ali observando o bravo Huguinho que ia ao ataque… “E ai, você acha que ele consegue?Não sei, acho que talvez… ou não…” Ei, mas ele não falou que ia chegar na Jade?Falou sim, porque?Olha ali! E estava Huguinho chegando para conversar com Diego H., e uns 3 ou 4 amigos que estavam com ele. Ah, não, a Jade estava conversando com um outro carinha do grupo no momento. “Hahaha, ele tá chegando no DiegoPutzzzz, já bebeu de maisVelhinho, fala sério… olha issoÉ, com certeza isso vai virar história depois, ele tá chegando na pessoa errada

Bom, uns 3 ou 4 minutos depois, Huguinho ainda estava conversando com o grupo, dando risada junto com eles, já quase íntimo, e a Jade ali ainda. Huguinho conversando ainda com Diego, pegando no braço e apertando um pouquinho, igual uma garota faz quando aperta o braço do cara e fala “hummm, você é fortinho”. Então, na verdade isso não aconteceu, mas nós contamos que isso aconteceu para Huguinho no dia seguinte e ele acreditou, até o instante em que ler esse post e perceber que era uma brincadeira, mas que rendeu boas risadas até então. Para não dizer que Huguinho não conversou com a Jade, sim, ele conversou. O diálogo não será apresentado aqui pois ninguém de fato sabe o que foi dito. Poucos momentos depois, Huguinho perderia a consciência e não lembrará de mais nada até o dia seguinte. Tudo o que se sabe é que Huguinho disse que foi antes conversar com Diego para saber se a Jade estava sozinha (sim, e ficou os 4 minutos, rindo e apertando o braço) e, quanto ao princípio da conversa com Jade tudo o que foi revelado “E ai, o que você disse pra ela?Ah, eu cheguei falando que tinha visto ela na Sportv…” (não é necessário dizer que ele não passou mais do que 20 segundos engajado nesse diálogo, comparado com os 4 minutos anteriores…

É depois desse momento que a parte divertida começa…. no próximo post….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: