Publicado por: Guilherme Byrro Lopes | 18/08/2013

O Banco do Brasil e o desenvolvimento do país


Em recente publicação no jornal “O Estado de SP”, o presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, faz algumas declarações sobre o papel que o banco vem assumindo. Sob o título “‘O Banco do Brasil tem papel de governo” (link), capa do caderno de economia desse domingo, eu frequentemente me fiz algumas perguntas, pois não entendi bem o que estava sendo dito.

De cara, o artigo começa com:

Eu resgatei um pouco esse papel do Banco do Brasil enquanto agente de desenvolvimento econômico e social. Quer dizer: ele tem um papel de governo, de fato.” (Bendine)

Tá, então o BB quer ser o BNDES? Ok, não preciso exagerar, mas faz sentido 2 bancos públicos promovendo o desenvolvimento econômico e social do país? Os 2 bancos vão competir entre eles pra ver quem pega o cliente? Acho que não faz sentido, afinal, o BB também tem uma atuação forte no mercado financeiro competindo com outros bancos privados, por que iria competir com outro banco, que consegue taxas de juros subsidiados? Se não dá pra competir com o BNDES, pra que dizer que é banco de desenvolvimento do país?

Se por um lado o banco assume de fato um papel de instrumento de politica econômica, sustentando e ampliando o crédito enquanto todos os outros bancos privados seguraram as rédeas, como então não dizer que ele estava na contramão do mercado? Se havia um risco e muita cautela em relação ao futuro da economia, como quer o BB que o mercado o avalie bem com atitudes contrárias ao que vigorava na época? Reconheço, apesar disso, que por mérito ou sorte (possivelmente uma mistura dessas 2 coisas), a estratégia do BB aliada aos estímulos fiscais e monetários do período da crise fez com que o banco (assim como outros importantes bancos públicos: CEF e BNDES) tivesse importante papel no estímulo à atividade econômica, na redução dos juros e spread bancário das demais instituições privadas do país.

Tá, então como o BB tomou essa atitude, ele é um banco de desenvolvimento no país? Se pode ter ficado essa impressão, Há algumas informações adicionais que não apontam para essa direção. A informação de que a inadimplência dos atrasos acima de 90 dias do BB passou de 2% em março para 1,87% em junho (link) é de fato muito positiva. Segundo a reportagem, a taxa média de inadimplência do sistema financeiro é de 3,4%. Aqui há 2 análises possíveis, podendo coexistir ambas. (1) O BB tem um sistema de cobrança muito eficiente que faz com que os devedores paguem em dia ou atrasem muito pouco. Isso é ressaltado na entrevista, inclusive, e não tenho dúvidas da veracidade da informação. Porém, (2)  há uma menção também direta ao perfil de empréstimos do BB, como sendo de baixo risco. Nesse sentido, o banco empresta para os clientes que tem amplas condições de cumprirem o cronograma de pagamentos e não dão calote. A composição da carteira é conservadora e o baixo risco favorece a baixa inadimplência.

Assim, como a afirmação anterior de “banco de desenvolvimento econômico e social” é compatível com perfil conservador de empréstimos? Ceder crédito a quem pode pagar é um benefício social que pode facilmente ser concedido por bancos privados, inclusive há uma grande competição de mercado por esses bons pagadores. Segundo a entrevista:

Hoje, basicamente 75% de nossa carteira de consumo está elencada em quatro linhas: crédito consignado, financiamento de veículos, crédito imobiliário e crédito ao consumidor.” (Bendine)

Sério, crédito consignado, financiamento de veículos e crédito ao consumidor é desenvolvimento do país? Não é esse tipo de atividade que tem influenciado a estratégia de crescimento econômico via estímulo ao consumo? Crescimento e desenvolvimento econômico, no longo prazo, se faz com expansão da produção e não do consumo, até por isso temos hoje um cenário de inflação alta no país. Consumir mais sem ter produto só faz os preços aumentarem. Essa tem sido a estratégia econômica de crescimento adotada pelos últimos governos, mas que parece já ter dado sinais de esgotamento. Até posso entender a questão do crédito imobiliário, mas é uma recente modalidade de crédito no país. Não faz mal reconhecer que o financiamento de moradias é positivo para o país, quem ainda apresenta importante déficit habitacional. É importante fazer a crítica aos primeiros itens mas também ressaltar o que está acontecendo de importante e positivo.

Eu não duvido da capacidade técnica dos profissionais do BB, mas me parece que ele age muito mais como um banco privado e muitíssimo conservador que, por mérito, ato de fé ou juízo (afinal, o sócio controlador é o governo, leia-se Ministério da Fazenda, que tem importante peso dentro do conselho de administração), tem que tomar (ou engolir) algumas ações na contramão do mercado. Até por essa qualidade técnica e carteira de crédito com baixa inadimplência, o BB apresentou no primeiro semestre de  2013 um lucro de pouco mais de R$ 10 bilhões, superando os lucros de bancos privados. Não sou contra isso, afinal, eficiência e reconhecimento de resultados é importante para gestão de qualquer instituição. Mas, investir no desenvolvimento de atividades que vão gerar externalidades econômicas e sociais positivas para o país, superando problemas de assimetria de informação, é o que se espera de uma instituição de desenvolvimento, não? Competir com bancos privados por financiamento de veículos e crédito consignado tem qual assimetria de informação que impede que esse crédito seja provido pelo mercado? Qual a externalidade positiva disso mesmo? Eu sempre tive a impressão que, pelo menos na média, a concessão de crédito para modalidades que impulsionam o desenvolvimento teria risco superior e, por esse motivo, o mercado privado não entra.

O BB faz o contrário disso. Não consigo enxergar, dentro desse cenário, o crédito sendo direcionado para o desenvolvimento econômico e social do país. Vejo uma instituição com qualidade de gestão sofrendo interferência política quando convém ao governo, gerando instabilidade na percepção de independência do banco, que nada tem a ver com desenvolvimento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: