Publicado por: Guilherme Byrro Lopes | 05/12/2013

O PIB do 3º Tri – Determinantes da Oferta (parte 3)


Continuando a análise dos posts anteriores (parte 1 – link, parte 2 – link, parte 4 – link, parte 5 – link), avalia-se o resultado do PIB sob a ótica da produção, tal que:

Assim como no post anterior, observa-se os resultados considerando os 4 últimos trimestres em relação aos e trimestres anteriores e também o resultado frente ao trimestre imediatamente anterior. O que se observa, como já visto antes, é um crescimento de 2,3% nos últimos 4 tri, mas uma queda de 0,5% em 2013 no último trimestre. De forma positiva, nos últimos 4 trimestre pode-se ver que a indústria e os serviços estão, no geral, melhor do que nos trimestres anteriores, assim como o crescimento de 5,1% da agricultura também é importante. Com base nos dados frente ao trimestre anterior, nota-se contudo outras conclusões.

A agricultura costuma ser muito volátil e puxou bastante para baixo o resultado no trimestre. Apesar disso, esse setor representa a menor parcela da renda e do emprego na economia, logo, deve-se analisar melhor o resultado nos outros 2 setores. Dessa forma, o que pode ser visto é que em ambos os setores de indústria e serviços ficaram estagnados, crescendo apenas 0,1%, um resultado pior do que havia sido registrado no trimestre anterior.

PIB oferta 2013T3

Como falar dos dois últimos setores é algo mais complexo, como pode ser visto nos gráficos abaixo, dedico os próximos 2 posts a abrir tais setores. No caso da Indústria, estão presentes os segmentos de Extrativa Mineral (4,4% do PIB), Transformação (13,5% do PIB), Construção (5,7% do PIB) e Eletricidade e gás, água, esgoto e limpeza urbana (2,3% do PIB). A baixa taxa de investimento no país, associada ao resultado negativo do último trimestre em relação a FBKF (conforme último post) faz com que esses segmentos percam participação no PIB, lembrando que são responsáveis por muitos empregos e inovações no país.

PIB - Participação da Indústria no T3 2013

PIB – Participação da Indústria no T3 2013

Já no caso dos Serviços,  há uma gama bastante maior de segmentos divulgados pelo PIB. Destacam-se entre eles: Comércio (12,9%), Transporte, armazenagem e correio (5,4%), Serviços de informação (2,6%), Interm. finaceira e seguros (6,9%), Serviços imobiliários e aluguel (8,3%), Adm Pública, educação pública e saúde pública (17%) e Outros Serviços (15,7%). Nota-se nesse caso que há muitos diferentes fatores que devem ser levados em consideração ao invés de analisar o setor como um todo.

PIB - Participação dos Serviços no T3 2013

PIB – Participação dos Serviços no T3 2013

No próximo post abre-se melhor os segmentos do setor da indústria e depois dos serviços no PIB (parte 1 – link, parte 2 – link, parte 4 – link, parte 5 – link).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: