Publicado por: Guilherme Byrro Lopes | 06/12/2013

O PIB do 3º Tri – Determinantes da Oferta (parte 4)


Dando sequencia a análise iniciada nos posts anteriores (parte 1 – link, parte 2 – link, parte 3 – link, parte 5 – link), essa publicação foca nos resultados do PIB pela ótica da produção (ou oferta), considerando os segmentos abertos na Indústria. Como observado antes, na comparação dos últimos 4 trimestres frente aos quatro trimestres anteriores mostra um cenário melhor do que antes para a indústria (gráfico da esquerda). Esse dado é influenciado pelo resultado principalmente do crescimento da indústria no segundo trimestre de 2013 (gráfico da direita), em que foi registrado um crescimento de 2,2%. Contudo, no último trimestre desse ano, a indústria ficou estagnada.

A realidade dos segmentos permite entender melhor o resultado da indústria. No 3º trimestre frente ao trimestre anterior, a indústria de Extração Mineral apresentou importante recuperação, crescendo 2,9% nesse tri, intensificando a atividade, uma vez que já havia crescido 1,4% no trimestre anterior, se recuperando da queda no 1º tri de 2013. Esse resultado melhora a fase difícil pela qual o segmento passa, que nos últimos 4 trimestres apresenta atividade 3% menor do que nos 4 trimestres anteriores. Apesar disso, a participação do segmento é de 17,1% na indústria.

PIB industria - Oferta T3 2013

PIB industria – Oferta T3 2013

A indústria de Eletricidade e Gás, Água. Esgoto e Limpeza Urbana, que representa 8,9% da indústria, repetiu o crescimento verificado no trimestre anterior, expandindo as atividades em 0,9%. Considerando os últimos 4 trimestres, é o único segmento que não foi prejudicado pelo resultado baixo (ou ruim) da indústria. Esse momento positivo também é observado considerando o crescimento dos últimos 4 trimestres, em que fica registrado uma intensificação de 3,1% das atividades nos últimos 12 meses. Com base nos resultados dos últimos 4 trimestres, esse aparenta ser o único segmento que está indo bem na economia.

Criação de Empregos nos últimos 12 meses - CAGED

Criação de Empregos nos últimos 12 meses – CAGED

O segmento de Construção Civil tem participação de 21,8% no PIB, tal que o resultado desse segmento influencia mais a indústria do que os 2 segmentos anteriores. Os resultados já não são tão positivos quanto os verificados anteriormente, ainda que o segmento esteja crescendo 1,3% nos últimos 4 trimestres. No último trimestre o segmento reduziu em 0,3%. Como esse é um setor que emprega bastante mão de obra, ao observar o resultado do emprego no segmento nota-se uma certa estagnação na geração de novas vagas de trabalho, próxima de zero nos últimos 12 meses, refletindo um momento pior do que nos anos de 2011 ou 2012. Também no último gráfico, com base no emprego acumulado de janeiro a outubro dos anos selecionados, praticamente todos os segmentos estão em ritmo mais fraco do que nos anos anteriores.

Geração de Emprego no acumulado do ano - CAGED

Geração de Emprego no acumulado do ano – CAGED

Por fim a indústria de transformação, que compreende 52,2% do total de indústria, que parecia iniciar um período de crescimento sustentado (uma vez que havia crescido nos dois primeiros trimestres desse ano), registrou um recuo de 0,4%. Esse resultado negativo é o que mais influencia o resultado geral da indústria e o que mais gera empregos no setor. Nota-se que nos últimos 4 trimestres houve uma melhora relativa em relação aos quatro trimestres terminando no 4ºT de 2012. Contudo, esse resultado mostra que a expectativa de melhora não se concretizou. Com base nos dados de emprego do CAGED abrindo os segmentos da Indústria, nota-se que a indústria metal mecânica, material de transportes e têxteis apresentam expansão do emprego, que poderia iniciar uma retomada do crescimento da indústria. Outros segmentos, como de produtos alimentícios reduziu o ritmo de contratações e a indústria de calçados, minerais não metálicos, borracha, fumo, couro e peles, indústria química de produtos farmacêuticos, veterinários e perfumaria estão vivendo um momento de estagnação.

Emprego na Indústria - Jan a Out, CAGED

Emprego na Indústria – Jan a Out, CAGED

No último post, abre-se melhor os segmentos do setor de serviços no PIB (parte 1 – link, parte 2 – link, parte 3 – link, parte 5 – link).


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: