Publicado por: Guilherme Byrro Lopes | 26/11/2015

Repassando a conta…


Segundo notícias reportadas pelo Valor (disponibilizadas abaixo) e fontes do Governo, o leilão de energia elétrica foi um SUCESSO.

Entenda porque:

  • O Leilão nº 12/2015-ANEEL, promovido pela Agência Nacional de Energia Elétrica nesta quarta-feira (25/11), arrematou todos os 29 lotes que somam 6.000 megawatts (MWh) de potência instalada.
  • O deságio médio foi de 0,32% (que na verdade é considerado um valor baixo).

Como isso é bom para o governo:

  • A bonificação alcançada pelas outorgas é de R$ 17 bilhões e os contratos de concessão terão prazo de 30 anos contados a partir da assinatura.
  • Desse total, 65% precisa ser desembolsado até o fim do ano.
  • O governo não deverá ter que tocar no assunto pelos próximos 30 anos (prazo de concessão).

Como isso (não) é bom para você:

  • Para cumprir as exigências de outorga do governo federal, as vencedoras do leilão deverão incorporar no preço final da energia esses R$ 17 bilhões.
  • o preço médio obtido no leilão foi de R$ 124,88 por megawatt-hora (MWh).
  • o preço médio esperado antes era abaixo de R$ 30,00/MWh.
  • A diferença será repassada às tarifas de energia, ou seja, ao consumidor final (também conhecido como eleitor ou pato, fica a critério).

Curiosidades:

  • As usinas Ilha Solteira e Jupiá (que somam 5 mil MWh), compradas na liquidação pela China Three Gorges (CTG), não teve deságio.
  • Em agosto, considerando já o pagamento de outorga, o governo esperava que a tarifa ficasse num valor entre R$ 80 e R$ 90 por MWh (ou seja, foi mesmo um sucesso que ela será maior, sqn…).
  • Se não houvesse o pagamento da outorga ao governo, o preço esperado pela energia seria próximo a R$ 27 MWh.
  • Em 2012, a então presidenta Dilma propôs a renovação antecipada de concessões como uma forma de derrubar o preço da energia em 20% (foi ao ar e em rede nacional para anunciar isso), que era a bandeira da época: energia mais barata.
  • Certamente terá efeito inflacionário em 2016.

Quem vai pagar o pato?


Leia na íntegra:


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: