Publicado por: Guilherme Byrro Lopes | 12/02/2016

A meta


Era uma meta
Muito engraçada
Não tinha teto
Não tinha nada

Ninguém podia
Usar ela, não
Porque a meta
Não tinha projeção

Ninguém podia
Nem dar conselho
Porque o orçamento
Já estava no vermelho

Ninguém mais acreditava
No resultado fiscal
Porque a mentira
Era monumental

Mas era feita
Com muito esmero
No País dos Bobos
Número Zero

Anúncios

Responses

  1. […] Texto orignal aqui […]

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: