Publicado por: Guilherme Byrro Lopes | 30/05/2016

Economia 101 e Ministério da Cultura- Os recursos são escassos (2)


(Continuação de Economia 101 e Ministério da Cultura- Os recursos são escassos (1)…)

Também das primeiras aulas de economia, com tradicional livro texto de introdução do Mankiw, o primeiro princípio é “As pessoas enfrentam tradeoffs“, onde a expressão pode ser traduzida como dilemas ou escolhas conflitantes (tradeoff, wikipedia).

“Quando as pessoas estão agrupadas em sociedade, deparam-se com tipos diferentes de tradeoff. O tradeoff clássico se da entre “armas e manteiga”. Quanto mais gastamos em defesa nacional (armas) para proteger nossas fronteiras de agressores estrangeiros, menos podemos gastar com bens de consumo (manteiga) para elevar nosso padrão de vida interno”. (Mankiw, Introdução à economia – Capítulo 1)

“-Não Entedi!”

Eu explico, suponha que estamos falando apenas de um país bem pequeno, bem pequeno mesmo, que tem pouca gente e só tem espaço para instalar duas fábricas no país (se essa história de país não estiver “colando”, pense em município). A sociedade desse país tem que escolher produzir, com todos seus recursos naturais, insumos industriais e mão de obra, uma quantidade X e Y de armas e de manteiga (em concordância com o exemplo acima).

Há muitas combinações possíveis que permitem que armas e manteiga sejam produzidas. Inclusive há a opção de só se produzir armas (19 unidades e zero de manteira) e só se produzir manteiga (4,6 unidades e zero de armas). Qual a melhor escolha?

armas manteiga

O tradeoff aqui é simples de explicar. Imagine que para as fábricas funcionarem é necessário trabalhadores. Se todos os trabalhadores estiverem na fábrica de armas, serão produzidas as 19 unidades de armas. Se um trabalhador for para a fábrica de manteiga, não será mais possível operar no limite da fábrica de armas e portanto não se atingirá mais essa produção. Porém, iniciará a produção de manteiga. Para cada trabalhador a menos na fábrica de armas e a mais na fábrica de manteiga, reduz-se a produção da primeira e aumenta a produção da segunda. Simples, certo?

Antes de escolher qual a opção possível (dentro muitas combinações), pode-se escolher descartar as opções que não fazem sentido:

  • Produzir no Ponto C: Essa é a escolha que não é possível. Não se pode ter 4 unidades de manteiga e 15 de armas, pois os insumos necessários não permitem a combinação que resulta no ponto C. A quantidade de trabalhadores impõe uma RESTRIÇÃO! Para 4 unidades de manteiga só pode-se produzir 7 unidades.
  • Produzir no Ponto D: Essa escolha é possível, mas não utiliza todos os recursos disponíveis. Pode-se produzir 3,5 unidades de manteiga e até 11 e pouco de armas, ao invés de apenas 8. Da mesma forma, pode-se produzir 8 unidades de armas mas até 3,8 de manteiga ao invés de 3,5. Há OCIOSIDADE nesse caso, de forma que os trabalhadores poderiam estar em um ou outra fábrica produzindo mais.

As escolhas obvias são aquelas quem empregam todos os trabalhadores, que podem ser vistas através da curva cinza no gráfico. A pergunta que deve ser respondida é: vamos produzir no Ponto A ou no Ponto B? O Ponto A, de forma representativa, prioriza a produção de armas, enquanto o Ponto B prioriza a produção de manteiga.

O paralelo para o orçamento público é imediato. Vamos priorizar a Cultura ou “outra coisa” (representando todo o resto das escolhas possíveis). Se a cultura é uma prioridade nacional e não deve ser tocada, vamos ter que encontrar a solução dentro de “outra coisa”. Esse “outra coisa” inclui a Saúde, Educação, Previdência, Benefícios Sociais, Salários e Encargos de servidores, Esporte, etc.

Então não vamos cortar na cultura?! Pelo visto não, logo, vai ter que ser em outro lugar: esportes, saúde, educação, investimento, cargos de confiança? Todo mundo vai reclamar se tirar o seu pedacinho de benefício, mas não é possível manter a situação atual.

 (Continua em … Economia 101 e Ministério da Cultura- Os recursos são escassos (3)…)

 

Anúncios

Responses

  1. […]  (Continua em … Economia 101 e Ministério da Cultura- Os recursos são escassos (2)…) […]

    Curtir

  2. […] (continuação de … Economia 101 e Ministério da Cultura- Os recursos são escassos (2)…) […]

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: