Classificação segundo Intensidade Tecnológica

Esta tipologia discrimina inicialmente os produtos exportados em dois grandes grupos: produtos industrializados e produtos não industrializados. Dentre os primeiros, distinguem-se quatro classes de produtos em termos de sua intensidade tecnológica: alta, média-alta, média-baixa e baixa. Esta distinção provém de um estudo da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico − OCDE, que classificou os setores industriais conforme o seu nível relativo de dispêndio em atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico (P&D). Posteriormente, cada um dos produtos comercializados internacionalmente, relacionados na classificação internacional de mercadorias STIC-Rev.3 a 5-dígitos, foi associado a um dos setores industriais, determinando-se seu grau de intensidade tecnológica.

A FUNCEX adaptou esta classificação para o caso brasileiro, elaborando um tradutor que estabeleceu a correspondência das atividades caracterizadas no estudo da OECD com uma outra classificação de produtos no comércio exterior, o Sistema Harmonizado a 6-dígitos (SH-6). Esta classificação é perfeitamente compatível com a classificação brasileira de mercadorias no comércio exterior brasileiro, a Nomenclatura Comum do Mercosul − NCM.

O trabalho da OCDE pode ser encontrado aqui.

Responses

  1. Boa tarde!

    Gostaria de saber se existem alguns estudos referentes a este tema, tanto no Brasil como no resto do mundo.

    Desde já, obrigada!

    Curtir

  2. Boa noite.
    Existe uma classificação dos estados brasileiros, em relação a este tema?

    Curtir

    • Pedro,
      acredito que não. Essa classificação é internacional e o Brasil a usa também. Não sei dizer se alguma instituição nacional do tipo FIESP ou CNI adota alguma outra tipologia.
      Dentro da classificação nacional de produtos, é possível saber quais produtos estão dentro de qual categoria desse trabalho da OCDE.

      Curtir

  3. EU QUERO SABER QUAL E A CLASSIFICAÇAO DO BRASIL SEGUNDO O NIVEL TECNOLOGICO ”NAO FALA”’
    E NAO ACHO EM NENHUM ”SITE”…….

    Curtir

    • Jéssica,
      Na época em que estava trabalhando com essas informações estudei bastante o relatório e as informações disponibilizadas pela Secex e Funcex.
      Eu não achei nenhum documento que dizia produto a produto qual era o nível tecnológico, mas consegui ver que no geral a classificação era por setores muito mais do que por produto, com alguma exceções. Eu acredito que o Brasil use a mesma maneira de classificar os setores, uma vez que essa classificação disponibilizada no relatório é que é a base de classificação de diversos países. Acredito que não tenha nada muito mais recente, mas faz uns 2 anos que não acompanho tão de perto essas atividades.
      Espero ter ajudado, se existe alguma atualização desse relatório da OCDE com alguma mudança na classificação, tenho certeza que é esse o que o Brasil deve seguir também, principalmente para facilitar análises e comparações internacionais.

      Curtir


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: